A origem do Dia das Crianças

O Dia das Crianças é uma data comemorada em diferentes países. De acordo com a história e o significado da comemoração, cada país escolhe uma determinada data e certos tipos de celebração para lembrar de seus menores. Ao mesmo tempo, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) convencionou o dia 20 de novembro para se comemorar o dia das crianças.

A escolha desta data se deu porque nesse mesmo dia, no ano de 1959, o UNICEF oficializou a Declaração dos Direitos da Criança. Nesse documento, se estabeleceu uma série de direitos válidos a todas as crianças do mundo como alimentação, amor e educação. No caso brasileiro, a tentativa de se padronizar uma data para as crianças aconteceu algumas décadas antes.

Em 1923, a cidade do Rio de Janeiro, então capital do Brasil, sediou o 3º Congresso Sul-Americano da Criança. No ano seguinte, aproveitando a recente realização do evento, o deputado federal Galdino do Valle Filho elaborou o projeto de lei que estabelecia essa nova data comemorativa. No dia 5 de novembro de 1924, o decreto nº 4867, instituiu 12 de outubro como data oficial para comemoração do Dia das Crianças.

Entretanto, a data não se tornou uma unanimidade imediata. Somente em 1955, a data começou a ser celebrada a partir de uma campanha de marketing elaborada por uma indústria de brinquedos chamada Estrela. Primeiramente, Eber Alfred Goldberg, diretor comercial da empresa, lançou a chamada “Semana do Bebê Robusto”. O sucesso da campanha logo atraiu a atenção de outros empresários ligados à indústria de brinquedos.

Com isso, lançaram uma campanha publicitária promovendo a “Semana da Criança” com o objetivo de alavancar as vendas. Os bons resultados fizeram com que esse mesmo grupo de empresários revitalizassem a comemoração do “12 de outubro” criado pelo deputado Galdino. Dessa forma, o Dia das Crianças passou a incorporar o calendário de datas comemorativas do país.

Por Rainer Sousa
Graduado em História
Equipe Brasil Escola

Dia das Crianças: atividades para a família

Passar o dia das crianças de forma bem agradável e feliz não é tarefa difícil, desde que os pais se organizem antecipadamente para isso, levando em conta aquilo que os filhos mais gostam, que é de maior interesse dos mesmos.

Apresentamos aqui algumas sugestões de atividades para serem realizadas dentro e fora de casa, gastando quase nada ou o quanto planejar. É bom lembrar da importância de organizar as tarefas, intercalando-as de forma que em algum momento a criança fique mais tranqüila e em outro mais agitada, pois assim os pais terão mais controle da situação.

1 – Piquenique: prepare uma cesta com alimentos que as crianças gostam, como sanduíches, bolos, tortas doces ou salgadas, bolachas, geléias e algumas guloseimas, e numa caixa térmica coloque sucos, iogurtes, refrigerantes e muita água. Pesquise antecipadamente um local adequado, de preferência onde haja um banheiro próximo, para não terem problemas em não encontrar. Caso seja alguma praça pública verifique antes se a atividade é permitida. Não se esqueça de levar uma toalha bem grande, para que todos os membros da família fiquem sentados. Leve alguns jogos e brinquedos, como quebra-cabeça, bola, desenhos e lápis para colorir, revistas infantis, livros, etc., afinal, as crianças vão querer se divertir muito. E usem roupas bem confortáveis com chapéus e bonés, além do filtro solar, é claro.

2 – Barraca ou Tenda de lençol: se a família não fizer algum acampamento, monte a barraca no quintal de sua casa, como se fosse uma sala de diversão, com jogos e brinquedos. Outra idéia é que, se for possível, todos poderão dormir na mesma, de véspera, pois criará um clima de muita ansiedade e felicidade nas crianças. Caso não tenha uma barraca, monte uma tenda num local da casa como num quarto ou na própria sala. Coloque uma televisão e um dvd dentro e assistam a um bom filme ou aproveitem o espaço para brincar de casinha, ler histórias ou contar segredos.

3 – Atividades de artes: Imprima de nossa página desenhos para pintar, atividades de liga ponto e divirtam-se juntos. Recortem papéis coloridos de várias cores, em quadradinhos pequenos e montem um mosaico. Outra idéia é comprar folhas de papel craft ou pardo e utilizá-las para pintura com tinta guache. Essas atividades são muito interessantes, pois exigem um nível de concentração grande e as crianças ficam mais quietas.

4 – Passeio numa praça ou zoológico: as crianças adoram esses passeios ao ar livre. Poderão conversar muito sobre suas vidas ou mesmo sobre a natureza, comer pipoca, dar sobras de pão para patinhos numa lagoa, andar de bicicleta, etc. É bom lembrar que não é dia de dar sermões sobre fatos ocorridos anteriormente, sobre notas baixas na escola, mas um dia de muito companheirismo e diversão. Caso a criança transgrida alguma regra, converse firmemente com ela, explicando-lhe que é um dia especial e que não é correto estragar a programação da família.

5 – Cinema: escolha um filme em cartaz, que seja do interesse da criança e adequado à sua idade e juntos, assistam ao mesmo com muita pipoca, é claro.

6 – Teatro e grupos de contação de histórias: essas são atividades muito adequadas para os pequenos, podendo ser encontradas em shoppings ou feiras livres. Existem ainda as peças infantis apresentadas em teatros locais, mas os ingressos deverão ser adquiridos antecipadamente para não frustrarem os filhos caso não os encontrem. Os pais poderão pesquisar antecipadamente, num jornal de circulação local, o que as prefeituras de suas cidades estão organizando.

7 – Parque de Diversões: levar as crianças ao parque é muito gostoso, pois elas se sentem encantadas com o mesmo. Se o parque for de brinquedos em areia, leve baldes e outros brinquedos adequados para juntos fazerem castelos. Lembre-se de pesquisar se o parque tem lanchonete, pois as crianças podem ficar com fome, além de precisarem consumir muita água. Caso o parque seja de brinquedos eletrônicos, programe antes quanto irão gastar e reserve o dinheiro das despesas já em casa, mostrando para as crianças que existe um limite para isso. Assim, saberão o quanto podem gastar e ficarão conformadas quando o dinheiro acabar.

8 – Hotéis fazenda: estes também são de ótima aceitação pelas crianças, podendo a família se programar para passar o dia. Normalmente nesses locais existem passeios de charrete, pôneis ou cavalos, brincadeiras com monitores, tirolesa, pescaria, dentre outras. Será uma ótima diversão!

 

Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola

Anúncios